AMD anuncia os CPU de segunda geração Ryzen

AMD Ryzen 7 and 5 - 2nd generation.png

A AMD (Advanced Micro Devices) acaba de anunciar a segunda geração de processadores Ryzen que virão com argumentos reforçados para continuar o sucesso desta gama lançada o ano passado nas versões Ryzen 3, 5, 7 e Threadripper, para já foram anunciados quatro novos processadores, dois Ryzen 7 octa-core (16 ​threads): o 2700 e o 2700X e dois Ryzen 5 hexa-core (12 threads): o 2600 e o 2600X.

 

A comercialização dos novos Ryzen fica agendada para 19 de Abril sendo possível já fazer a pré-compra para os mais entusiastas, foram também já reveladas algumas das novidades sendo que outras características serão apenas reveladas no início das vendas, do que já foi anunciado os novos processadores virão com um incremento na performance com a arquitectura Zen+ e os primeiros feitos com um processo de fabrico dos semicondutores de 12nm, todos os CPU desta segunda geração virão também com o Wraith Cooler (alguns com iluminação LED) e um novo chipset AMD X470.

 

No que às características diz respeito e começando pelo topo, o Ryzen 7 2700X terá uma velocidade de relógio de 3,7 GHz (boost até 4,3 GHz), 16 MB de memória cache L3 e um TDP de 105 Watt, o cooler será o Wraith Prism (LED) e o preço para os E.U.A. anunciado de $329, a versão 2700 contará com velocidades de 3,2 GHz (boost até 4,1 GHz) a mesma memória cache mas com um TDP de 65 Watt, o cooler será o Wraith Spire (LED), preço anunciado de $299.

 

Nos novos Ryzen 5, o 2600X terá uma velocidade de relógio de 3,6 GHz (boost até 4,2 GHz), cache L3 de 16 MB, TDP de 95 Watt, cooler Wraith Spire e preço anunciado de $229, a versão 2600 terá uma velocidade de ​3,4 GHz (boost até 3,9 GHz), a mesma memória cache, TDP de ​65 Watt, coolerWraith Stealth e preço de $199.

 

Esta segunda geração de processadores Ryzen será suportada pelo mais recente chipset AMD X470 mantendo o socket AM4, ficando também disponíveis motherboards de vários fabricantes com suporte para este novo chipset da AMD, as versões anteriores da série 300 também suportarão estes novos CPU com upgrade do firmware da BIOS.

 

2nd Generation AMD Ryzen™ Processors ]

 

Cloudflare apresenta DNS 1.1.1.1

1.1.1.1.gif

 

O DNS (Domain Name System) é um dos sistemas fundamentais de uma rede informática e da Internet pois permite converter os domínos facilmente conhecidos pelos utilizadores (por exemplo wikipedia.org) em endereços IP (neste exemplo IPv4 91.198.174.192 e IPv6 2620:0:862:ed1a::1) onde a informação se encontra alojada, tornando assim a navegação mais natural e simples uma vez que os endereços podem mudar mas o domínio manter-se-á o mesmo.

 

Normalmente e se o utilizador não fizer nenhuma alteração este serviço é fornecido pelo ISP (Internet Service Provider) que fornece a ligação à Internet, mas nem sempre lhe dá a devida atenção nomeadamente no que à segurança e privacidade dizem respeito, sendo o DNS um ponto crítico na rede é aconselhável utilizar um que seja de confiança e tenha boa performance existindo várias alternativas disponíveis.

 

Assim a Cloudflare em parceria com a APNIC lançaram um serviço de DNS com o IPv4 1.1.1.1, fácil de memorizar e com garantia de segurança e privacidade auditadas pela KPMG, características fundamentais na Internet actual, a Cloudflare gere uma das maiores redes de comunicações mundiais com data centers por todo o Mundo incluindo Lisboa e a APNIC é a entidade responsável pelo endereçamento IP na região da Ásia e Pacífico que detém e endereço 1.1.1.1.

 

Com este novo serviço de DNS os utilizadores têm mais uma alternativa segura e fiável aos pedidos que fazem quando navegam na Internet, enviam um e-mail ou utilizam qualquer aplicação num smartphone ou tablet, uma vez que suporta o DNS over HTTPS (DoH), enviando e recebendo os dados por um canal seguro tal como acontece quando o utilizador acede a uma página web via HTTPS, garantindo segurança e privacidade.

 

A configuração é relativamente simples e pode ser feita nos mais variados equipamentos, com sistema operativo Android, iOS, Linux, MacOS e Windows, idealmente e se possível pode ser configurado no router e assim todos os equipamentos lá ligados por cabo ou Wi-Fi podem tirar partido de um DNS mais rápido e seguro, os endereços:

 

  • IPv4: 1.1.1.1 e 1.0.0.1
  • IPv6: 2606:4700:4700::1111 e 2606:4700:4700::1001

 

É um serviço que aconselho e para utilizadores em Portugal tendo a Cloudflare um ponto de presença em Lisboa e interligação no GigaPIX com vários operadores é uma óptima solução garantindo rapidez e segurança nos pedidos de DNS, qualquer dúvida basta utilizar os comentários... :-)

 

1.1.1.1 - the Internet's Fastest, Privacy-First DNS Resolver ]

 

Huawei apresenta P20 e P20 Pro

Huawei P20 Pro Dimensions.jpg Huawei P20 Dimensions.jpg

 

A gigante tecnológica chinesa Huawei apresentou hoje num evento em Paris os seus novos smartphones topo de gama que saltam da gama P10 apresentada há 1 ano no MWC em Barcelona para a gama P20, que contará igualmente com três versões: o P20 Lite, o P20 e o P20 Pro.

 

Uma das principais apostas nesta nova gama são as câmaras que na versão P20 e P20 Pro foram criadas em parceria com a Leica e que elevam estes dois novos smartphones para o topo da tabela do DxOMark em terminais móveis, com respectivamente 102 e 109 pontos, seguidos pelo Samsung Galaxy S9 Plus (99), Google Pixel 2 (98) e iPhone X (97).

 

Começando pela versão melhor equipada nesta nova gama P20, o P20 Pro, que traz argumentos de peso a começar pelas 3 câmaras traseiras, uma de 40MP RGB, uma de 20MP monocromática e uma de 8MP para um zoom híbrido até 5x, a câmara frontal é de 24MP e está localizada num "notch" central no topo do ecrã, o monitor é OLED com uma diagonal de 6,1" (~15,5 cm) e resolução 1080 x 2240 pixels.

 

Equipado com o SoC Kirin 970, 6GB de memória RAM e 128GB de memória de armazenamento, não faltarão recursos para as mais exigentes tarefas, a bateria é de 4 Ah e no software o P20 Pro conta com o Android 8.1 e EMUI 8.1, estará disponível em quatro cores: Twilight, Pink Gold, Midnight Blue e Black e preço de €900.

 

A versão intermédia, o P20 conta também com fortes argumentos, terá apenas duas câmaras, uma de 20MP monocromática e outra de 12MP RGB, sendo a frontal também de 24MP, o ecrã é ligeiramente mais pequeno com 5,8" (~14,7 cm) mas com a mesma resolução da versão Pro, terá 4GB de memória RAM e a mesma memória interna, a bateria tem uma capacidade de 3,4 Ah, além das cores disponíveis na versão Pro terá ainda o Champagne Gold, o preço fica nos €700.

 

Por fim a versão mais simples, o P20 Lite, com uma dupla câmara traseira de 16MP e 2MP, com a frontal também de 16MP, ecrã de 5,8" (~14,7 cm) e resolução 1080 x 2280 pixels, um SoC Kirin 659 com 4GB de memória RAM e 64GB de memória interna, a bateria conta com uma capacidade de 3 Ah e o preço fica nos €380.

 

Huawei P20 Lite.png

 

Huawei P20 ProHuawei P20Huawei P20 Lite ]