Evento Made by Google

 

O aguardado evento da Google com o slogan "Made by Google" decorreu hoje em São Francisco e depois de vários leaks sobre as novidades que seriam apresentadas hoje confirmaram-se todas, sendo a primeira vez que a Google aposta em força em hardware e marca própria.

 

Resumindo as novidades, a Google apresentou os seus smartphones sobre a marca Pixel, utilizada inicialmente no seu Chromebook Pixel e mais recentemente no seu tablet Pixel C e deixando assim a gama Nexus que ajudou bastante a evoluir o mercado de equipamentos Android, os novos smartphones vêm em dois tamanhos de ecrãs AMOLED, com 5" (1080p) e 5,5" (1440p), aproximadamente 12,7 e 14 cm, sendo a versão de maior dimensão designada de XL, em termos de dimensão o Pixel medirá aprox. 144 x 70 x 8,5 mm e a versão XL aprox. 155 x 76 x 8,5 mm, as baterias terão uma capacidade de 2770 e 3450 mAh respectivamente.

 

Comum a ambos os equipamentos será o CPU, um Snapdragon 821 quad-core com dois núcleos a 2.15 GHz e os outros dois a 1.6 GHz, 4 GB de memória RAM e memória interna de 32 ou 128 GB, as câmaras mereceram destaque na apresentação sendo a principal considerada a melhor em smartphones na actualidade, com 12 MP (vídeo até 2160p) e 8 MP (vídeo até 1080p) ambas prometem excelentes resultados mesmo em condições difíceis, ambos terão também o Google Assistant integrado no próprio sistema em vez de apenas através da aplicação Allo.  

 

Chegarão brevemente a vários mercados através da Play Store e alguns operadores, tendo sido anunciado o preço de $649 nos E.U.A., pelo que na Europa deverá ser lançado no intervalo entre os €600 e €700, nas cores estarão disponível três opções: Quite Black, Very Silver e uma edição limitada Really Blue.

 

Outra das novidades apresentadas foram os seus óculos de realidade virtual (VR) sendo os Pixel os primeiros smartphones preparados para utilizar em conjunto com este kit que incluí um comando tornando a interacção no ambiente virtual mais rica, quer seja a ver vídeos de 360º ou em jogos a experiência será mesmo imersiva.

 

E além do mercado móvel a Google aposta também no mercado residencial, com três novidades para a casa, o Google Home, o Google Wifi e uma versão renovada do bem sucedido Chromecast.   

 

O Google Home pretende ser um assistente comandado por voz e que pode interagir de múltiplas formas sempre através de linguagem natural, recorrendo ao Google Assistant é possível ouvir música, perguntar as mais variadas dúvidas ou obter informação sobre eventos ou o estado do tempo e do trânsito, sendo que com o passar do tempo se torna mais personalizado e eficaz na informação disponibilizada.

 

E tendo o mercado móvel ganho uma posição dominante através dos smartphones e tablets uma boa ligação à Internet é fundamental para tirar o melhor partido dos dispositivos Wi-Fi, neste campo a Google já tinha apostado nos seus router On Hub com a TP-LINK e a Asus mas vem agora reforçar a sua aposta com o Google Wifi, um pequeno equipamento que pode ser emparelhado com até 3 unidades para criar uma rede wireless que cubra sem problemas qualquer casa até 400 m2, sendo a gestão simplificada através de uma aplicação tal como acontece com os On Hub.

 

Finalmente uma aposta no streaming com o novo Chromecast Ultra com suporte a conteúdo 4K e HDR mantém o formato do Chromecast mas agora com suporte a vídeo Ultra HD e incluí ainda uma porta Ethernet. 

 

[ Made by Google ]

Google apresenta nova geração de Nexus, Chromecast e novo tablet Pixel C

Tal como a avalanche de rumores nos últimos dias fazia prever a Google apresentou hoje os seus novos Nexus, desta vez dois modelos para satisfazer todas as necessidades, o Nexus 5X produzido pela LG (que também fabricou o bem sucedido Nexus 5 em 2013) e o Nexus 6P produzido pela Huawei que se estreia como fabricante de equipamentos Nexus.

 

O Nexus 6P conta com um ecrã de 5,7" (~14,5 cm) com uma resolução WQHD 1440 x 2560 pixels, equipado com o octa-core Qualcomm Snapdragon 810 e 3GB de RAM estará disponível nas versões de 32, 64 e 128 GB com preços nos EUA respectivamente de $499, $549 e $649.

 

A câmara principal de 12,3 MP cada um com 1.55 µm e uma abertura de f/2.0 permite a captura de imagens mesmo em ambientes com pouca luz e vídeo 4K até 30fps, a frontal conta com um sensor de 8 MP com f/2.4 e vídeo até 720p 30fps.

 

Destaque ainda para os dois altifalantes frontais e três microfones para um som límpido e sem ruído, fundamental para os comandos de voz cada vez mais úteis e alargados a várias aplicações, o sensor de impressões digitais na traseira e a bateria de 3450 mAh que em conjunto com o hardware, a interface USB Type-C e as novidades do Android 6.0 "Marshmallow" prometem melhorias significativas na autonomia.

 

E para os utilizadores que pretendem algo mais pequeno a Google apresentou também o novo Nexus 5X que conta com um ecrã de 5,2" (~13,2 cm) com resolução Full HD 1080 x 1920 pixels, equipado com um hexa-core Qualcomm Snapdragon 808 e 2GB de RAM, estará disponível nas versões de 16GB por $379 e 32GB por $429.

 

A câmara principal é idêntica à do irmão Nexus 6P mas a frontal conta com um sensor de 5MP f/2.0, na frente conta apenas com um altifalante e uma bateria de 2700 mAh.

E dois anos depois da Google se aventurar na sala de estar com a 1ª versão do Chromecast, eis que chega a 2ª geração com muitas novidades a começar pelo formato circular com um cabo HDMI flexível e suporte a redes Wi-Fi 802.11ac 2.4GHz e 5Ghz essencial para o streaming de conteúdos sem pausas e interferências, para os amantes de música está também disponível o Chromecast Audio para ligar a sistemas de som e transmitir qualquer música a partir de um smartphone, tablet ou computador na mesma rede Wi-Fi.

 

Tanto os novos Nexus como os novos Chromecasts estarão brevemente disponíveis em Portugal (fonte), o Nexus 5X começará nos €479 e o 6P nos €649, os Chromecasts custam €39.

 

Por fim mas não menos importante foi a apresentação do novo tablet Pixel C, o 2º elemento da família depois da introdução do portátil Pixel, destaque para o seu ecrã de 10,2" e resolução de 2560 x 1800 pixels, equipado com o quad-core Nvidia Tegra X1 e 3GB de RAM, terá duas versões, a de 32GB com um preço de $499 e a de 64GB por $599, um acessório que poderá ser muito útil é o teclado adaptável que custará $149. 

 

[ S’more to love across all your screens ]

Google apresenta Android 5.0 “Lollipop” e novos Nexus

 

Tal como apontavam alguns rumores a Google apresentou hoje uma nova versão do seu sistema operativo, o Android 5.0 "Lollipop" que tinha sido introduzido no evento Google I/O 2014 como "Android L" e que agora chega à sua versão final, de entre as muitas novidades destaque para uma renovada interface gráfica que assenta no conceito de Material Design e na adaptação do Android aos diferentes tipos de utilizadores, desde o particular ao empresarial.

 

Um dos pontos de melhoria na nova versão do Android é a sua utilização em diferentes dispositivos (como smartphones e tablets) de uma forma transparente onde a interacção é mais consistente e intuitiva, com o Lollipop os utilizadores ganham também mais controlo sobre o equipamento nomeadamente nas notificações facilmente adaptáveis ao contexto.

 

Na utilização de energia, um do pontos críticos de qualquer equipamento, o Android 5.0 permite também um consumo mais optimizado e em caso de necessidade reduzir ao essencial o gasto de energia para que o utilizador não fique offline, todas as novidades e melhorias desta nova versão podem ser consultadas na página oficial do Android.

 

Novo software "implica" novo hardware e a par do lançamento do Lollipop a Google apresentou também três novos equipamentos da sua bem sucedida gama Nexus: o Nexus 6, o Nexus 9 e o Nexus Player.

 

 

O novo Nexus 6 é um phablet construído em conjunto com a Motorola (ex-Google, actualmente Lenovo) com um ecrã 16:9 de 5,96" QuadHD (493ppi), duas colunas frontais e equipado com uma CPU quad-core Krait 450 (Snapdragon 805) 2.7GHz e GPU Adreno 420.

 

A câmara principal de 13MP com estabilização óptica de imagem, flash dual LED e uma abertura de lente f/2.0 garantirá fotografias de melhor qualidade e vídeos até resoluções [email protected] e com os vários modos permitir criar autênticas obras de arte, a câmara frontal HD é de de 2MP.

 

Na conectividade o Nexus 6 está preparado para redes LTE Advanced e redes wireless 802.11ac, na questão de autonomia além de incluir opções de poupança de energia vem equipado com uma bateria de 3220mAh, estará disponível em duas cores: "Midnight Blue" e "Cloud White" e em duas capacidades: 32 e 64 GB, o início de vendas fica agendado para o final de Outubro na Play Store.

 

O segundo Nexus apresentado foi o novo Nexus 9 em parceria com a HTC que conta com um ecrã 4:3 de 8,9" QXGA, um sistema de colunas HTC BoomSound, CPU 64-bit NVIDIA Tegra K1 Dual Denver a 2.3GHz e GPU Kepler com 192 cores.

 

A câmara principal com 8MP f/2,4 e secundária de 1,6MP permitem captar com elevada qualidade qualquer momento para preservar, a suportar toda esta capacidade de processamento está uma bateria de 6700 mAh, estará disponível nas versões Wi-Fi e LTE e nas capacidades de 16 e 32 GB

 

E por fim mas não menos importante foi a apresentação do Nexus Player que será o primeiro equipamento destinado ao projecto Android TV, também apresentado no Google I/O 2014, é uma parceria com a Asus para um media player não só focado no vídeo e áudio mas também nos jogos, suportará também as funções do Google Chromecast.

 

O Android 5.0 "Lollipop" além dos novos equipamentos ficará também disponível para os Nexus 4, 5 (que continua em venda), 7, 10 e para as versões dos equipamentos Google Play edition.  

 

Android: Be together. Not the same. ]