Google Fiber a 1 Gb/s

Foi há pouco mais de 2 anos que o Google apresentou a ideia de construir uma rede experimental de fibra óptica (FTTH) com velocidades de 1 Gb/s em alguns locais nos E.U.A., depois das várias candidaturas a cidade pioneira escolhida para este projecto foi Kansas City (KS e MO) que começa agora a receber o serviço.

Com esta nova oferta o Google começa a explorar um novo mercado desta vez como ISP e promete levar Internet a 1 Gb/s quer no downstream quer no upstream até aos consumidores, apostando também na TV com acesso a vários canais e conteúdos no YouTube e Netflix.

Para abranger todas as procuras o Google Fiber estará disponível em 3 pacotes: Gigabit + TV, Gigabit Internet e Free Internet com mensalidades de $120, $70 e $0 respectivamente.

O pacote mais completo (Gigabit + TV) além da ligação simétrica a 1 Gb/s inclui também o tablet Nexus 7, uma TV Box para aceder aos vários conteúdos através da televisão, uma Storage Box com capacidade de 2 TB para gravar até 8 programas em simultâneo, uma Network Box que permite partilhar a ligação à Internet quer através de portas Gigabit Ethernet quer através de Wi-Fi 802.11 a/b/g/n (360 Mb/s) e ainda 1 TB no Google Drive.

Destaque para o plano sem mensalidades que oferece Internet a 5/1 Mbps durante pelo menos 7 anos, com o único custo de instalação de $300 (oferecida nos planos pagos).

Links: Google FiberGoogle Fiber Blog


Review: Optimus Clix Fibra

Depois do longínquo tempo dos acessos dial-up e mais recentemente do ADSL que está já em fim de vida o próximo passo era avançar para o futuro – a Fibra Óptica.

Sendo quase um cliente pioneiro do Clix (agora Optimus Clix) com os serviços de telefone, televisão e internet sobre ADSL e depois de uma longa espera foi com satisfação que vi ficar disponível o acesso à fibra óptica.

Para memória futura e talvez ajudar futuros clientes deste tipo de acesso fica aqui uma pequena review do serviço, a instalação da fibra óptica foi feita em duas fases, a foi trazê-la para o edifício e depois para cada piso e a foi a instalação em casa propriamente dita que no meu caso durou cerca de 1H30 tendo ficado tudo como planeado.

Dos vários pacotes disponíveis a escolha foi para o Pack XL que inclui 85 canais (alguns HD), velocidades de 50/5 Mbps na Internet e chamadas ilimitadas (rede fixa) em Portugal.

Nova tecnologia implica novos equipamentos, assim a fibra óptica entra em casa passando por uma tomada (tipo ADSL splitter) e liga-se a um conversor RF que permite distribuir o sinal de TV pela rede coaxial da casa e daí para o ONT, um Huawei EchoLife HG850 onde termina o cabo de fibra óptica.

A partir do ONT estão ligados todos os serviços: o telefone (VoIP), a Internet (LAN 1 e 2) onde se podem ligar directamente os PC’s ou outros equipamentos de rede (router/switch) e o serviço de televisão (LAN 3 e 4) que ligam às TV Box.

A fibra óptica é o verdadeiro futuro e dada a sua elevada capacidade as possibilidades de evolução e de novos serviços são enormes, em comparação com o serviço anterior foi um salto gigantesco.

Na televisão não há quebras de sinal e ver canais HD é do melhor (canais SD é passado!) além da melhoria significativa na velocidade com as novas TV Box, no que diz respeito à Internet (e vindo de um acesso ADSL de 6/1 Mbps) cumpre com as velocidades tendo pings bastante baixos e tornando a navegação ultra rápida.

Depois de uns dias de testes e experiências não podia estar mais satisfeito com o serviço, para mais detalhes ou informações é dar um salto a http://fibra.optimus.pt ou utilizar aqui os comentários.